Armaduras

As Aulas de Teoria Musical foram produzidas com animações em Flash, uma tecnologia que ficou obsoleta e não roda mais nos principais navegadores. Caso você tenha um navegador mais antigo, você pode ver as animações em Flash visitando classico.jazzbossa.com/teoria/. Bons estudos!

Uma armadura é uma coleção de todos os acidentes encontrados numa escala.

Para demonstrar isso, usaremos o tom Dó Menor, que tem três bemóis.

Em vez de escrever um bemol ao lado de cada nota Mi, Lá e Si, uma armadura pode simplesmente ser acrescentada ao início da pauta.

Para nosso próximo exemplo, usaremos Lá Maior, que tem três sustenidos.

Aqui também uma armadura pode ser usada em vez de se escrever um sustenido ao lado de cada Dó, Fá e Sol.

Como você pode ter notado, os sustenidos são arranjados numa ordem especial.

O Fá sustenido vem primeiro, seguido pelo Dó sustenido e depois pelo Sol sustenido.

Depois vem o Ré sustenido, Lá sustenido, Mi sustenido, e por fim o Si sustenido.

Você pode usar esta ordem memorizando o seguinte ditado: “bio ra e Sol zam na Missa Sim”

A começar pelo Si bemol, a ordem dos bemóis é o exato oposto.

Depois vem Mi bemol, Lá bemol, Ré bemol, Sol bemol, Dó bemol e, por fim, Fá bemol.

Esta ordem pode ser lembrada com outro ditado: “Si der Mico vou to Soletrar ceis cas”

Se você encontrar algum erro, por favor nos avise, é bem fácil! Basta marcar o texto e pressionar Ctrl+Enter.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: